Já fotografei muitos batizados. Todos na parte da manhã e com outros acontecendo simultaneamente. Porém, no último sábado (01), fotografei o primeiro batizado a noite e o único batizado que estava acontecendo. Uma experiência totalmente nova. Muitos devem estar pensando: “que ótimo deve ser só ter o seu cliente e seus amigos/familiares na igreja. Sem ninguém para atrapalhar.” De fato. Pensei a mesma coisa. Mas, quando estava começando, aquele ditado “um peixe fora d’agua” estava se encaixando perfeitamente em como eu estava me sentindo. Era algo totalmente diferente. Quando tem outros batismos acontecendo ao mesmo tempo, você tem mais tempo para inventar algo, para acontecer algo, pode ver como o padre se movimenta e com isso já saber qual o melhor ângulo, entre outras coisas. Mas ali não. Só está acontecendo um. Então você tem que estar totalmente ligado, pensar rápido. Parece aquele quadro do fantástico, “você só tem uma chance”. Se fizer a escolha errada, já era. Perde-se o momento ou não registra a cena da melhor maneira. Eu espero ter conseguido fazer um ótimo trabalho. Sou muito perfeccionista e não gosto de usar minha autoavaliação para aprovar um trabalho. Só uso para crescimento próprio. Para avaliação de um trabalho, prefiro que outras pessoas a façam, de preferência os clientes que eu fotografei. Logo abaixo tem algumas fotos que selecionei contando como foi o batizado, os seus rituais. Fiquem a vontade para comentar dizendo o que acharam

Fotos feitas no dia 01/04/2017 na Paróquia São João Batista em Macaé/RJ

Anúncios